Pular para o conteúdo
Voltar

Feira de produtos artesanais proporciona interação entre servidores

Pela primeira vez evento foi realizado no prédio da Procuradoria Geral do Estado
Noelma Oliveira | PGE-MT

A | A

A Feira de Artesanato e Gastronomia, além de promover a interação entre os servidores da Procuradoria Geral do Estado (PGE), proporciona uma renda extra para os expositores, que oferecem dezenas de produtos artesanais, incluindo gêneros alimentícios. 

Os servidores têm primeiramente a oportunidade de mostrar as suas habilidades. Muitos colegas de trabalho até desconheciam os dons dos colegas para os trabalhos manuais.

A servidora Daniele Jacinto logo nos primeiros minutos da Feira já havia vendido várias peças, como as caixas de madeiras decoradas, escapulários de portas, entre outros produtos.

Pelo menos 20 pessoas fizeram a exposição dos produtos nesta primeira Feira de Artesanato e Gastronomia realizada na PGE. “Primeira vez da feira aqui, que é uma oportunidade para interagir e mostrar nosso trabalhar e ter uma renda a mais”.

Procuradora aposentada, Moema Sodré Felix Andrade, acompanhada da filha Larissa Sodré, levou para a feira quiches de vários sabores, uma receita de família.  Moema também revelou que após a aposentadoria tem se dedicado a trabalhos manuais. “Estou fazendo porque gosto”, disse.

A diretora-geral da PGE, Soraya Mota Queiroz Salvador, informou que a ideia é realizar outras edições. “A maioria dos servidores passou pela feira e comprou algum produto. Então, cumprimos nosso objetivo de promover a interação. Tenho certeza que da próxima vez outros servidores também vão expor suas habilidades com o artesanato”, reforçou.